POKER GRÁTIS SEM DEPÓSITO !! CLIQUE AQUI !

Free no deposit poker bonus at BankrollMob

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

HOJE COMEÇAMOS BEM 2º DE 250


segunda-feira, 25 de novembro de 2013

ERROS ÓBVIOS

                      Erros Óbvios


Jogar Com Pares Baixos Fora de Posição: Esse é um erro muito bom para começarmos, pois é bastante fácil de ser evitado. Você recebe um par de dois no UTG e entra de limp. Você espera começar uma avalanche de limpers e ter as odds adequadas para tentar uma trinca. Bem, como elas são de 7,5-para-1 contra, é pouco provável que você consiga o preço certo para sua mão especulativa, exceto nas mesas mais loose e passivas. Muitas pessoas darão fold, hipótese na qual você estará pagando um preço baixo por uma expectativa negativa. No entanto, alguém pode dar raise, caso em que você pagará um preço muito maior pelo mesmo produto, ou dará fold e perderá uma aposta que poderia ter economizado simplesmente não jogando a mão. Veja bem, todo mundo adora acertar uma trinca no flop e todo mundo acredita que dessa vez vai acontecer com certeza. Mas quando você está em posição inicial, na maioria das vezes esse call só lhe força a cálculos ruins. Economize fichas, poupe-se da dor de cabeça, evite esse perigo óbvio: simplesmente dê fold.

Fazer Qualquer Outra Coisa Fora de Posição: Eu não conheço maior verdade no poker do que tudo é mais difícil fora de posição. É mais difícil blefar, é mais difícil controlar o tamanho do pote, é mais difícil conseguir o preço certo para draws, é mais difícil proteger mãos fortes, é mais difícil saber onde seus oponentes estão na mão, e por aí vai. E mesmo assim – o dia todo, todo dia – vemos as pessoas darem os calls mais promíscuos e os raises mais audaciosos de posição inicial. O que elas estão pensando? Que seu 9-8 suited irá flopar um straight ou um flush? Que seu A-Q nos blinds vale pagar um raise e um reraise porque os outros dois caras são mentirosos? Que sua vantagem em termos de habilidade é tão grande a ponto de superar a desvantagem de posição? Bem, não é. Mike Caro uma vez disse: “Todos têm sua vez de cometer erros no poker. O truque é simplesmente deixar sua vez passar”. Do mesmo modo, todos têm sua vez de jogar fora de posição. Por que não deixar sua vez passar? Se você estiver em um bom jogo, ficará bem simplesmente esperando para jogar mãos em posição. E se não estiver, jogar fora de posição se torna geometricamente pior.

Blefar Contra Todo Mundo: Com três ou quarto jogadores no pote, você encara um bordo com A-K-3 e pensa: “Se eu apostar, talvez possa fazer eles darem fold”. Isso é improvável, pois com que mãos a maioria dos jogadores joga? Com aquelas que contêm ases e reis. Será que é realista pensar que as seis ou oito cartas que você está enfrentando não são nem ases nem reis? Obviamente, há vezes em que você pode fazer tais mãos darem fold, mas geralmente, nessa situação, você está nadando contra a corrente. Blefar é ótimo, adoramos fazer isso, mas guarde seus blefes para quando estiver enfrentando apenas um oponente. Suas chances de blefar com sucesso são inversamente proporcionais ao número de jogadores no pote. Portanto, não blefe contra uma multidão. Isso não funciona com frequência o suficiente para ser lucrativo.

Ignorar Tells Óbvias: Eu sou muito culpado aqui. Estou sentado em posição intermediária com, digamos, K-J. Olho para minha esquerda antes de falar (como devemos fazer sempre) e vejo um cara enchendo as mãos de fichas. Eu sei por experiência que essa é uma tell verdadeira, e que, para todos os efeitos, essas fichas do raise já estão no pote. Bem, isso quer dizer que, se eu me envolver aqui, terei que jogar em um pote com um raise fora de posição contra alguém que já telegrafou sua força. Que tipo de mão ele tem? Provavelmente um pocket pair ou algo com um ás, e ambas estão à frente – talvez dominando – meu KJ. Ainda assim eu pago, ou talvez até aumente antes dele (ficando suscetível a um desastroso reraise), só porque decidi me envolver com a mão antes de receber a notícia da intenção dele de dar raise. Eu sempre digo: “Tome a decisão o mais tarde possível, baseado nas melhores informações disponíveis”. Agora adicionarei isso: “Não ignore as informações que receber!” Confie em mim, eu estou tentando me convencer tanto quanto a você.

Aceitar o Preço Errado: Você tem um flush draw. Um jogador agressivo faz uma aposta do tamanho do pote no flop. A matemática diz que você não tem o preço certo para pagar. Mas, vislumbrando as implied odds, você paga mesmo assim, torcendo para completar sua queda no turn e derrotar seu adversário. Eu vejo uma coisa ruim e outra ainda pior acontecendo aqui. A ruim acontece quando o draw bate e seu adversário não paga. Bem, por que deveria pagar? Ele vê o flush tão claramente quanto você. Diga adeus às implied odds. Já a coisa pior acontece quando sua queda não bate e você se depara com outra aposta do tamanho do pote no turn. Agora, sua escolha é entre abandonar seu investimento irresponsável e continuar desperdiçando dinheiro com cálculos ruins. Veja bem, é fácil calcular as odds das suas cartas e compará-las às suas pot odds (as verdadeiras, não as odds implícitas ou imaginárias). É tão simples que até eu sei fazer isso, e eu sou um idiota quanto o assunto é matemática. Então respire fundo. Esmiúce os números. Filtre os resultados através de análises objetivas, não de esperanças. Chegue às conclusões corretas e não tente o draw pagando o preço errado. Esse é outro desastre que você pode evitar simplesmente mantendo seus olhos abertos e pensando além.

Isso é somente a ponta do iceberg dos erros óbvios que podemos, e devemos, evitar. Talvez você deva tirar um tempo para pensar a respeito de alguns dos seus obstáculos e fazer uma anotação mental para nunca mais cometer os mesmos equívocos. Se evitarmos fazer coisas idiotas, certamente triunfaremos. 

terça-feira, 23 de abril de 2013

Hábitos Saudáveis Para Jogadores de Poker


Muito do que envolve ser um jogador bem sucedido de torneios é negligenciado em favor de suas "leituras incríveis" e capacidade de tomar decisões rápidas em grandes mãos complicadas: o trabalho duro, os compromissos e obrigações fora do mundo do poker e a forma como eles gerenciam esse negócio.
A maneira como conduzem tudo isso e se preparam nos bastidores lhes permite fazer jogadas aparentemente sobre-humanos nas mesas de poker.
Fica o especial agradecimento ao mestre Caio Pessagno por abrir meus olhos para os pontos que irei discutir nesse artigo!
Uma vida equilibrada
Uma das primeiras coisas que jogadores aspirantes esquecem é que quando você decide oficialmente jogar poker profissionalmente é que você tem que tratá-lo como um trabalho real. Uau, que inovador! O que quero dizer com isto é que quando você é um jogador semi-profissional ou ocasional de poker, ter uma folga é fácil, você apenas decide não jogar, sem danos. Mas quando você é um profissional, TEM que jogar, você é forçado a jogar porque é o seu ganha-pão, e esta obrigação pode azeda-lo ou TIRAR SEU PRAZER sobre o jogo muito rapidamente.
Além disso, alguns jogadores podem levar ao extremo, jogando 14 horas seis ou sete dias por semana, fazendo com que se torne QUEM você é, que vive e respira poker. O problema dessa abordagem é que você perde contato com a realidade, perde suas relações (que são difíceis de reparar). O poker pode te consumir, se você deixar, e ele vai controlar a sua vida, então o truque é encontrar um equilíbrio entre ser um jogador "GRINDER" e manter seus relacionamentos e vida social fora do poker. Certa vez, um amigo disse algo como: "Você não pode ganhar o prêmio de jogador de poker do ano e namorado de ano, no mesmo ano!" Isso resume quase tudo perfeitamente, mas uma dica: É justo ser apaixonado pelo poker mas não deixe ele te consumir e destruir outros relacionamentos importantes em sua vida, serão mais difícil de reparar do que as falhas em seu jogo. É complicado de gerir, especialmente quando você gosta de jogar poker, mas não deixe o poker ser o foco de sua existência, continue a ler, praticar esportes, e se envolver nos passatempos e atividades que você amou antes do poker. E o mais importante, manter os relacionamentos que você tem fora do mundo do poker irão mantê-lo com o próprio jogo viável a longo prazo!
Relacionamentos
Existem dois tipos de relacionamentos que você tem como um jogador: relações de poker e as relações não-poker. Quando se trata de relações de poker você tem que lembrar que isso é uma via de mão dupla, você não só tem que encontrar parceiros honestos e de confiança na comunidade, mas também deve agir da mesma forma. No mundo do poker, a sua reputação é TUDO que você tem, pois é um segmento restrito e relativamente pequeno ainda e como em qualquer comunidade com essas características as noticias correm rapidamente, ficar nessa situação pode te isolar do grupo e a longo prazo causar o seu desânimo em prosseguir na luta pelo sucesso "sozinho".
Pés NO CHÃO
Acredite ou não, a maioria dos jogadores são realmente muito "seguros" com o seu dinheiro. Isto pode parecer contra intuitivo, considerando a profissão e a forma como eles são retratados pela mídia. Mas lembre-se que a maioria das pessoas na TV tendem a ser os jogadores ricos e bem-sucedidos e representam apenas uma pequena porcentagem de jogadores de poker e, em segundo lugar, muitas vezes é questão de "o que é dito na frente das câmeras".
Infelizmente, a forma como os jogadores de poker são retratados tende a encorajá-los a "RASGAR" dinheiro que podem precisar em um futuro muito próximo. Na realidade, é quase uma necessidade que os jogadores de poker sejam extremamente simples em seu modo vida, uma vez que isso irá permiti-los atravessar épocas difíceis que a VARIÂNCIA do jogo pode causar.
Mantenham-se positivo
Quando os jogadores começam a se tornar pessimistas, eles geralmente acabam criando uma profecia auto-realizável. Ficar positivo não vai ajudá-lo a evitar uma bad beat, mas quando você espera tomar uma bad beat, o subconscientemente afeta suas decisões FUTURAS. Ou seja, realmente essa atitude pode ajudar a criar a situação que você está procurando evitar.
Por exemplo, eu vejo muitos jogadores fazerem uma aposta baixa e tomarem uma BAD BEAT em uma street futura (normalmente no tão "amaldiçoado" RIVER, rs) só para reclamar sobre sua má sorte e profetizando como eles "sabiam" que iam perder!! Defendendo indiretamente o motivo da sua apostas baixas. A verdade é que, se eles estivessem confiantes, teriam feito uma aposta padrão e possivelmente forçado o oponente a foldar em algum ponto da mão.
Ficar positivo não vai resolver todos os seus problemas no poker, mas vai mantê-lo longe de criar fantasmas em sua cabeça, como a mais que popular suspeita sobre a aleatoriedade dos sites de poker e sua consequente honestidade. Pessimismo leva ao excesso de pensamento e de dúvida, e ambos consumem quantidades importantes de energia mental que você precisa jogar em seu melhor nível, e numa analise posterior levar problemas mais graves, como ansiedade e depressão.
Seja Detalhista
Praticamente todos os jogadores de poker de sucesso que eu já conheci são detalhistas (eles são terríveis quando se trata de prazos, mas sempre se lembram dos detalhes) e há poucas informações que deixam passar despercebida. Jogadores detalhistas fazem melhor uso do seu tempo, o que permite mais tempo livre para trabalhar suas relações FORA DO POKER e manter uma vida equilibrada. Por outro lado, eles têm que gastar 50% mais tempo fazendo a mesma tarefa, então vão achar que é muito mais difícil encontrar esse equilíbrio e muitas vezes ficarão SATURADOS com o poker muito mais cedo, considerando que seu estilo de vida será mais apressado e agitado.
"Corpo São, Mente Sã"
Para ter sua melhor performance mental, você precisa estar no seu melhor fisicamente. O exercício físico regular e uma dieta saudável não são apenas + EV para sua expectativa de vida, mas também para os resultados no poker. Isto é especialmente verdade para os jogadores de torneios que jogar sessões de 12 horas.
Você não tem que ser um rato de academia ou fazer uma das novas dietas da moda, mas deve gastar um pouco de tempo e energia para o seu bem-estar físico. Se você não acha que um estilo de vida saudável irá melhorar seus resultados em torneios, eu o desafio a dar uma olhada na lista do Global Poker Index e ver quantos dos top 100 jogadores estão "fora de forma".
Controle Mental
Ter controle emocional nas mesas de poker é de extrema importância, mas a sua capacidade de evitar o tilt não deve terminar aí. Todas as outras coisas que eu mencionei neste artigo podem ser facilmente desfeitas se você perder o controle de suas emoções. Além disso, se você estiver nesse estado de tilt não vai demorar muitos para as bad beats ou seus draws que não bateram, começarem a refletir na maneira como estará jogando.
Pense em controle emocional como a cola que mantém tudo junto: seus relacionamentos, sua gestão do dinheiro, ficar positivo, comer direito e assim por diante. Ir para um torneio ao vivo ou sentar-se em frente ao computador em uma tarde de domingo depois de ter uma enorme briga com a namorada/esposa ou família, é uma maneira infalível de correr a passos largos para a ruína.
Contatos para coach dúvidas e sugestões podem ser enviadas pelo email: lhm26@hotmail.com ou pelo skype: lhm260626

Esse artigo foi adaptado do original The 7 Habits of Highly Effective Tournament Players, com autorização do site Tournament Poker Edge.



sábado, 20 de abril de 2013

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013